Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 10 de outubro de 2009

A Dialética Idealista e Materialista de Hegel e Marx


Breve histórico
O termo dialética confunde-se com a História da Filosofia e, como tal, tem sua origem na Grécia antiga.
As notícias mais remotas da ultilização da dialética são do Séc. VI a.C. quando Heráclito de Éfeso explicou que tudo está em movimento "nunca nos banhamos no mesmo rio duas vezes, porque o rio não será mais o mesmo e nós também não seremos mais os mesmos". Quando falamos em dialética temos que pensar em Heráclito.
Foi o grande pensador grego que disse que tudo está em movimento.

Referêncial com a nossa visão de mundo.

Primeiramente, quando é que temos uma visão dialética?


  • Quando eu tenho a idéia de que eu sou um ser em tranformação e de que tudo está em movimento.
  • Ter a concepção dialética no primeiro instante, é ter a concepção de que tudo está em movimento de que tudo está em tranformação.

A Dialética no Decorrer da História

Em Sócrates> Maêutica - Mundo dialético > Movimento> Imbricações entre os seres

  • Sócrates e seus discípulos em seu diálogos exemplo de dialética.

Em Platão > Se valeu da Dialética > conhecimento doxiano para chegar ao conhecimento científico, a sabedoria

Período Medieval >Dialética na Idade Média > confrontamento de Idéias X vontade reveladas pela teologia.

Kant > Usa a dialética para falar da sua dialética transcedental

  • Dialética de Kant > Dialética transcedenal > Conhecimento Sintético > conhecimento Analítico

Dialética Idealista

O que consistiu o pensamento idealista Hegeliano?

  • Para Hegel as idéias que poem o mundo em movimento. Primeiro existem as idéias, a medida que essas idéias se exteriorizam, começa acontecer o movimento da própria realidade
  • No sentido filosófico de Hegel de idealismo, são as idéias em última instância que poem o mundo em movimento

Dialética idealista (Hegel)

Foi Hegel que o elaborou o movimento triádico.

O que é movimento triádico?

TESE - ANTÍTESE SÍNTESE

Tese > Idéia/ Antitese > Natureza/ Síntese > Espírito

.Para Hegel - " O ser é a idéia que se exterioriza, manifestando-se nas obras que produz"
  • Para Hegel são as Idéias que poem o mundo em movimento

A DIALÉTICA MATERIALISTA DE KARL MARX

Para Marx (1819 - 1883) as coisas acontecem de forma exatamente oposta

Marx dizia que Hegel tinha percebido muito bem como as coisas ocorriam, sendo que Hegel estava vendo o homem de cabeça para baixo. Então ele usa a idéia de Hegel, e segundo ele, coloca o homem de cabeça para cima.

A partir de então nasce a concepção de Materialismo Histórico Dialético.

Para Marx o dado primeiro é o mundo material. A contradição surge entre homens reais em condições histórico sociais e reais.

A gênesis está no mundo material, as idéias que os homens tem são produtos do momento histórico em que ele vive.

Para Marx, as idéias que temos são produto do contexto histórico em que vivemos, por isso Marx se diferenciava de Hegel, isto é, as transformações das coisas não acontecem a partir das idéias, mas sim das condições materiais reais.

Marx usa o esquema triádico de hegel, sendo que de modo invertido.
  • Tese: Tudo aquilo que esta posto, que se afirma em determinado momento
  • Antítese: Seria a atitude em oposição
  • Síntese: Seria aquilo que surgiu das contradições da tese e da antítese, que leva elementos da tese e elementos da antítese. A síntese a partir de então se tornará numa nova tese que terá uma antítese e que gerará uma nova síntese, assim funciona a dialética.

As 3 leis da Dialética Marxista

Marx na primeira metade do séc. XIX encontra-se com aquele que seria seu grande amigo Friederish Engels. Engels elaborou as 3 Leis da Dialética.

1º Lei da passagem da quantidade à qualidade
  • Isto ocorre por saltos - o movimento de ruptura da velha qualidade´para a nova qualidade seria esse salto.
  • Quantidade é evolutiva. - Quanlidade é revolucionária.

Vale a pena estabelecer aqui o conceito de revolução para Marx. Muita das vezes se imagina que revolução tem haver com derramamento de sangue, de imenso conflito, mas revolução no conceito de Marx quer dizer que o homem pode mudar drasticamente as condições materiais em que ele vive, por isso o movimento dialético é representado por um movimento espiral e não contínuo, numa evolução.

2º Lei da interpretação dos contrários
  • Em que consiste esta interpretação?
  • Não se pode compreender um fenômeno, sem conhecer aqueles que estão a ele imbricados, não se pode conhecer um fenômeno isoladamente.

3º Lei da negação da negação

A negação da negação seria a síntese, o surgimento do novo, isto porque você nega aspectos negativos da tese e traz aspectos positivos da antítese.

O materialismo Histórico e Dialético, nada mais é do que a aplicação do materialismo Dialético no campo da História.

DIRLEY DOS SANTOS

SOLI DEO GLORY

Um comentário:

  1. Olá, obrigado pela visita no picaretologos, vou seguir teu blog tambem, um abraço, e fique na paz.

    ResponderExcluir